Meditação: Conheça o Conceito, Tipos, Benefícios e Dicas de Como Praticar

Dentre algumas definições sobre meditação, uma das que mais me chamou a atenção foi:

“Conjunto de técnicas que encorajam um estado elevado de consciência e atenção focada.”

Como dissemos, então, meditação é uma técnica! E como toda técnica, pode ser treinada e aperfeiçoada.

Meditação, além de prática espiritual, é também sobre trabalhar com a mente e treinar a consciência.

Simplesmente trabalhar com a mente leva a um melhor senso de presença, melhorando a calma, atenção e um aumento nas qualidades humanas mais valorizadas, como a empatia e a paciência.

Muitas coisas na vida estão além do nosso controle, mas é possível ter maior controle sobre nossas ações e como reagimos às situações do dia a dia.

Para fazer isso, precisamos cultivar a consciência de como a mente funciona e a capacidade de manter o foco. E nada cultiva melhor a consciência melhor do que a meditação.

Tipos de Meditação

A meditação pode assumir formas diferentes, mas existem dois tipos principais:

  • Concentrativa
  • de Atenção Plena (Mindfullness)

Vamos explicar um pouco de cada uma delas logo abaixo:

Na meditação concentrativa, você concentra toda a sua atenção em um objeto específico enquanto afasta todo o resto à sua volta.

O objetivo é realmente experimentar o que você está focando – seja sua respiração, seja uma palavra específica ou um mantra – a fim de alcançar um estado mais elevado de ser.

A meditação da atenção plena (Mindfullness) inclui, a redução do stress baseada na atenção plena e a terapia cognitiva baseada na atenção plena.

A atenção plena pode visar diferentes questões, como a depressão. O que significa que seu foco pode ser diferente de prática para prática

Em geral, envolve o estado de estar ciente e envolvido no momento presente e tornar-se aberto, consciente e receptivo.

Efeitos e Benefícios

Há pesquisas mostrando que a meditação pode ter efeitos fisiológicos e psicológicos.

Efeitos fisiológicos positivos incluem:

  • Um estado mais baixo de excitação física;
  • Redução da taxa de respiração;
  • Diminuição da frequência cardíaca;
  • Alterações nos padrões de ondas cerebrais;
  • Redução do estresse

Benefícios psicológicos, emocionais e relacionados à saúde da meditação incluem:

  • Maior autoconsciência;
  • Melhores habilidades de gerenciamento de estresse;
  • Bem-estar emocional melhorado;
  • Melhor manejo dos sintomas das condições, incluindo transtornos de ansiedade, depressão, distúrbios do sono, problemas de dor e pressão alta;
  • Melhoria na memória de trabalho e inteligência fluida;
  • Mudanças nos diferentes aspectos da atenção

A consciência é frequentemente comparada a um fluxo, mudando e mudando suavemente conforme ele passa pelo terreno. Dessa forma, a meditação é um meio deliberado de mudar o curso desse fluxo, alterando a forma como você percebe e responde ao mundo ao seu redor.

Embora os especialistas ainda não entendam exatamente como funciona, as pesquisas demonstraram claramente que as técnicas de meditação podem ter uma série de efeitos positivos na saúde geral e no bem-estar psicológico.

Dica para praticar a Meditação

Sempre fui cético quanto à meditação, mas resolvi praticar, pois diversas pessoas que admiro contaram que estavam se sentindo bem ao praticá-la todos os dias.

Por isso, quero deixar aqui uma dica e passar também um pouco da experiência que venho tendo.

Bom, foi aí que eu comecei a meditar 5 minutos por dia. Logo depois de acordar e escovar os dentes, encaixei a rotina da meditação.

Então, realmente comecei a me sentir um pouco mais calmo; melhorou minha atenção em cada tarefa do meu dia, e consequentemente, me tornei mais produtivo no trabalho.

A princípio, eu não sabia nem por onde começar e recebi uma dica que quero compartilhar com vocês: um aplicativo de meditação guiada chamado Headspace.

Mesmo que você não tenha ideia de como começar, o aplicativo irá lhe auxiliar na meditação e falará alguns passos para você seguir e começar a sentir o efeito dessa prática.

Esperamos, de fato, que você tenha aprendido um pouco mais deste assunto conosco e que possamos ter contribuído com o seu desenvolvimento.

Ah, e se você tiver interesse em se desenvolver cada vez mais, tanto pessoal quanto profissionalmente, participe da nossa comunidade de desenvolvimento Mente Grande.